A Prática do 5S como Ferramenta de Gestão – Experimente!

 

 

A prática do 5S no Brasil foi muito bem assimilada pelas empresas e até mesmo pelas escolas, hospitais e organizações públicas em vários setores tendo como destaque a sua facilidade de implantação e os inúmeros benefícios da sua adoção.

Constituído pelos 5 Sensos: Utilização ou Descarte, Limpeza, Ordem ou Organização, Higiene e Saúde e Padronização/Auto Disciplina, os nossos 5S aculturados ao ambiente brasileiro nos trouxe grandes resultados no combate as perdas/desperdício, melhoria do meio ambiente, redução de custo e melhoria da qualidade do ambiente, processos e produtos.

O 5S também é destaque no Sistema Toyota de Produção, além do Just In Time, do Total Quality Control, Kaizen e outros métodos e técnicas consagradas de gestão que tiveram origem no Japão.

Na “casa da qualidade” dos métodos e ferramentas que compõem a filosofia do Lean Manufacturing (Produção enxuta) aparece 5S/housekeeping dentro da sua característica e aplicação nas formas dos 5 sensos que já explicitamos.

Nossa experiência com o 5S tem detalhes curiosos como no caso da implantação do projeto em uma escola onde os alunos estavam cursando o pré-primário no município de Vitória (Escola Crescer). Esta experiência foi importante principalmente pela resposta e atitude construtiva daquelas crianças perante o método aplicado levando-o para as suas residências. A experiência prática fez parte de um projeto do então Programa de Especialização em Gestão da Qualidade – PEGQ, advindo de uma ação coordenada do Ministério da Ciência e Tecnologia com recursos do Banco Mundial.

Há que se destacar outra boa experiência ocorrida durante o trabalho de consultoria que desenvolvemos na Cia. Docas do Rio Grande do Norte – CODERN, que administrava os portos de Natal e Areia Branca no estado potiguar.

Além das costumeiras aplicações nas áreas administrativa, gestão portuária, oficinas de manutenção, também chegamos às embarcações que estavam sucateadas e encostadas na área portuária. Na foto a coordenadora, administradora Reneide e colegas de trabalho do porto de Natal. Ao fundo percebe-se os quadros de gestão à vista do Projeto 5S, Metodologia de Análise e Solução de Problemas e do método de Reuniões Produtivas.

Com forte influência positiva no comportamento dos colaboradores o projeto 5S deve ser estimulado fortemente pelos diretores e gerentes das organizações como base para motivação e busca de melhores resultados.

Aqui no ES temos centenas de empresas que já adotam a metodologia do 5S  no setores de transporte, metalmecânico, elétrico, construção civil, agronegócios entre outras.

DESAFIO CORONAVIRUS

O momento atual é de grande apreensão e de realização de ações prioritárias focadas principalmente na prevenção ao Vírus. Essa parceria com a empresa LHP/TECNOCLEAN do nosso amigo Ary Chamon nos leva a acreditar que é possível entender a proposição e prática do Projeto 5S no conjunto de cada escola através da conscientização, treinamento e execução das atividades comportamentais (como dizem, “novo normal”) sinergicamente alinhadas com as atividades técnicas onde destacamos a utilização correta e planejada de produtos altamente eficazes, ou seja, o que vai além da tradicional limpeza e desinfecção. É um choque de modernidade e conhecimento que se utiliza da visão geral do Projeto 5S para uma necessária mudança de paradigmas melhorando substancialmente os resultados pretendidos.

O método do 5S exige que as etapas sejam estruturadas em conformidade com os 5 sensos, dentro de uma lógica que melhora sensivelmente o índice de acertos na gestão da organização.

Criada a cultura na Escola e mudança comportamental de usuários, dirigente e colaboradores é hora de pensar e agir nas melhorias contínuas (Kaizen), ou seja, nada estará tão bom que não possa melhorar a cada dia, o tempo todo.

Importante e necessário, em caso de dúvidas, solicitar a ajuda para o entendimento e prática dos métodos associados ao 5S, em todas as fases, ou seja, nos 5 sensos conforme pode ser visto no nosso quadro geral e nos cartazes disponíveis – faça isto pelo email contato@industrialclean.com.br .

Nosso até breve!

Getulio Apolinário Ferreira - é escritor pela Qualitymark Editora, Consultor organizacional (presidente do Centro Brasileiro de Inovação e Cooperação Tecnológica – CEBICT), Engenheiro na linha da gestão japonesa com dois estágios no Japão (Tokyo e plantas industriais de Mizushyma, Chiba e Kobe) nas áreas de projetos criativos dos Thinking Groups da Kawasaki Steel, Qualidade Total, Kaizen/Inovação e programas Zero Defeitos estabelecendo um forte link com o Programa de Qualidade Total da CST, hoje Arcelor Mittal.

Membro da Academia Brasileira da Qualidade – ABQ, www.abqualidade.org.br